29 de mai de 2009

FORA DE EIXO - SONHO DOS HOMENS


E por falar em Brawn GP...
Para o universo masculino chegar aos 59 anos de idade com boa aparência, tendo empresas de sucesso trabalhando para que se possa esbanjar dinheiro, até mesmo patrocinar uma equipe de Fórmula 1 com boas probabilidades de se tornar campeã é um sonho. Já para Richard Branson, proprietário da Virgin isso é uma realidade. Aqui ele participou de uma sessão de fotos em sua ilha privada com a modelo Denni Parkinson. Que vida boa heim!









23 de mai de 2009

GAROTOS NÃO CHORAM

Depois de falar dos Smiths, hoje é a vez de outra banda que fez muito sucesso nos anos 80. The Cure foi referência em muitos aspectos. Não há quem não lembre do estilo dark, com cabelos longos que mais parecia um enorme chafariz negro que saia da cabeça de Robert Smith, vocalista e líder da banda que surgiu na cidade de Crawley, na Inglaterra em 1976. Além dele, vários músicos importantes passaram pela banda como Michael Dempsey e Lol Tolhurst que juntos deram início aos acordes com uma banda chamada Three Imaginary Boys.

O primeiro sucesso da banda veio em 1979 com a música "Killing an Arab". O álbum de estréia com o mesmo nome da antiga banda "Three Imaginary Boys" foi recebido com boas críticas da imprensa britânica.
Ainda este ano The Cure juntou-se a banda Siouxsie & The Banshees para fazer uma mega turnê pela Inglaterra. Durante essa turnê o guitarrista dos Banshees abandou a banda e Robert Smith assumiu o posto.
Entre 1979 e 1981 Robert Smith colaborou muito com o Siouxsie & The Banshees, inclusive aparecendo neste clipe.


Em 1980 vieram singles como "Boys Don't Cry" e Jumping Someone Else's Train". Neste mesmo período Dempsey deu lugar ao baixista Simon Gallup e em seguido foi a vez de Matthieu Hartley que entrou com um novo instrumento na banda, os teclados que transformaram a música do Cure em sombrias canções. Daí para frente foi uma sequência de sucessos que todos nós conhecemos de cor e salteado: "In Between Days", "Close To Me", "Why Can't I Be You" e muitas outras mais.

Atualmente a banda é formada por Robert Smith (guitarra e vocal), Jason Cooper (bateria), Porl Thompson (guitarra) e Simon Gallup (baixo).


Abaixo um grande sucesso da banda chamado "Just Like Haven" do álbum Kiss Me, Kiss Me, Kiss Me, lançado em 1987. Aqui, na voz da americana Katie Malua, que atualmente mora na Inglaterra e é fã de carteirinha do The Cure.








Veja o vídeo "Just Like Haven" original

Veja o vídeo "Just Like Haven" show do The Cure em Roma 2008.

Conheça toda a história da banda em Portal do Rock





17 de mai de 2009

DICA DE LEITURA - LOUCOS POR F-1

Este também é um dos meus preferidos. A "Dica de Leitura" de hoje é da dupla de torcedores "fanáticos" pelo Flamengo, como eles mesmos dizem, Deyvsion Nascimento e Leandro Montianele. Os dois fazem dos Loucos Por F-1 um dos melhores blogs dedicado ao assunto Fórmula 1. Tem garantido a minha visita por lá.



15 de mai de 2009

NOVA TABELA API

Olá pessoal, aqui estou depois de uma longa data sem atualizar o SM. A corrida contra o tempo está cada dia mais difícil, mas como dizem por aí "faz parte".
Sei que é muito chato entrar num blog preferido e ver que ele ainda continua com aquela matéria que você já leu umas 3 vezes. Sei porque é assim que acontece comigo.

Bem, mas vamos adiante. O assunto hoje é sobre a nova tabela da americana API (American Petroleum Institute). A todos os profissionais da área quero dizer que esta tabela é nova e já está disponível na internet, através do site português Sintética, que considero um dos melhores endereços na língua portuguesa para pesquisas sobre assuntos derivados do Petróleo.

Na tabela abaixo está introduzido a nova classificação SM, superando assim a classificação SL. O lubrificante com aprovação SM foi projetado para fornecer maior resistência a oxidação, melhor proteção contra depósitos, melhor proteção contra o desgaste, melhor desempenho em baixa temperatura e extensão da vida útil do lubrificante.



Se você quiser entender um pouco mais sobre as letrinhas SL, SJ, SH... Clique aqui e veja o post sobre a "Sopa de Letrinhas".



3 de mai de 2009

VALENTINO ROSSI FAZ CORRIDA ESPETACULAR E VENCE NA ESPANHA

A manhã de domingo foi das duas rodas. Um verdadeiro espetáculo, incluindo as categorias 125 e 250 cilindradas.

Para quem acompanhou pela SporTV pode ver a festa que os espanhóis fizeram o tempo inteiro no autódromo de Jerez.
Porém a festa maior mesmo foi do italiano Valentino Rossi, que fez uma corrida espetacular. Foi a primeira vitória de Valentino no campeonato deste ano. O espanhol da Repsol Honda, Dani Pedrosa, arrancou bem e liderou a corrida até a décima sétima volta. Depois foi ultrapassado pelo italiano e ficou intocável até o fim da corrida. Em terceiro ficou Casey Stoner, da Ducati.
Em quarto lugar ficou o francês Randy De Puniet da LCR e em quinto para a surpresa dos fãs da Moto GP a Kawasaki de Marco Melandri que beneficiou-se com a queda estranhíssima do companheiro de Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, que foi perdendo o equilíbrio até cair sozinho.


Veja como ficou a classificação em Jerez:

1°. Valentino Rossi (ITA/Yamaha), 45min18s557 (27 voltas)
2°. Daniel Pedrosa (ESP/Honda), a 2s700
3°. Casey Stoner (AUS/Ducati), a 10s507
4°. Randy de Puniet (FRA/LCR), a 31s893
5°. Marco Melandri (ITA/Hayate), a 33s128
6°. Loris Capirossi (ITA/Suzuki), a 34s128
7°. Colin Edwards (EUA/Tech 3), a 34s421
8°. Andrea Dovizioso (ITA/Honda), a 34s625
9°. Toni Elías (ESP/Gresini), a 42s689
10°. Chris Vermeulen (AUS/Suzuki), a 45s183
11°. Sete Gibernau (SPA/Francisco Hernando), a 48s192
12°. Yuki Takahashi (JAP/Scot), a 51s875
13°. James Toseland (ING/Tech 3), a 53s683
14°. Alex de Angelis (ITA/Gresini), a 53s941
15°. Nicky Hayden (EUA/Ducati), a 1min01s237
16°. Niccolo Canepa (ITA/Pramac), a 1min10s896


Fontes: Tazio,
MotoGPWebsite
Imagens: MotoGPwebsite

1 de mai de 2009

PRIMEIRO DE MAIO DIA DOS HEROIS NACIONAIS

A todos os trabalhadores honestos desse país e a todos aqueles que tentam fazer do Brasil um país melhor, com todas as dificuldades que enfrentamos no dia a dia, seja ela qual for, mesmo aquelas que nos deixam mais desanimados temos que enfrentá-las de frente, analisando sempre com uma boa estratégia para termos uma boa saída.


Hoje, dia primeiro de maio, fazem 15 anos que perdemos nosso grande herói da Fórmula 1. Um ídolo amado por todos os brasileiros e muitos outros mundo a fora, pela sua dedicação, pelo seu esforço de querer sempre a superação.


A todos os trabalhadores do Brasil, meus parabéns! Vocês são verdadeiros heróis nacionais.