21 de abr de 2008

ENTENDA A SOPA DE LETRINHAS - API

Hoje vamos entender um pouco sobre a sopa de letrinhas que vemos nos rótulos dos lubrificantes quando entramos em um posto de gasolina e temos que fazer a difícil tarefa de colocar o óleo recomendado pela concessionária no motor do nosso carro. Atualmente o Manual do Proprietário diz que devemos colocar um lubrificante que tenha a norma ou classificação mínima API SL e Acea A3. Isso até parece fórmula de matemática, mas não é nada disso. Trata-se de duas normas diferentes. API (American Petroleum Institute) e Acea (Associação dos Construtores Europeus de Automóveis). No exemplo que dei acima sobre API SL, seria a última classificação aprovada pelas montadoras. Atualmente já existe a norma API SM, mas ainda não temos veículos rodando no Brasil que exija aprovação SM no seu manual. A American Petroleum Institute, é a principal associação comercial para a indústria de petróleo e gás natural, representando cerca de 400 empresas envolvidas na produção, refino e distribuição. Uma das suas responsabilidades é a investigação toxicológica para com o meio ambiente. A API surgiu em 1945 impondo ao mercado automobilístico sua primeira classificação. Para os carros movido a gasolina o lubrificando indicado para o motor deveria ser SA e para os carros movidos a diesel deveria-se usar uma classificação CA. A primeira letra indica o tipo de motor e a segunda letra indica o tipo de performance. Inicialmente mostraremos a performance das classificações dos motores a gasolina, álcool e gás natural.

Veja abaixo a evolução das classificações:
1945 - SA
1980 - SF
1988 - SG
1993 - SH
1995 - SJ
2001 - SL

Entenda: Se você tem um Chevrolet Opala 1980 poderá colocar um lubrificante no seu motor com classificação API SF, mas também poderá colocar um lubrificante com classificação API SL, porque esta última supera a primeira. Mas se você tiver um Volkswagen Gol Geração 4 ano 2006, não poderá colocar um lubrificante com norma API SF, pois ela é muito inferior a classificação indicada pelo Manual do Proprietário que pede API SL.

Observe os quadros a seguir. Imagine que temos inúmeros problemas em um motor. Os quais aparecem em cada ponta dessa teia. Oxidação, depósito no motor, ferrugem, corrosão, desgaste, depósito no pistão e cisalhamento (quando o filme do lubrificante se rompe e provoca o contato das partes de metal).



Vemos a seguir a performance de um lubrificante cuja a classificação é SE, proibida ainda este ano pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), antigos lubrificantes com viscosidades SAE 40, 50, 30, com pouco pacote de aditivação.




A seguir veremos um lubrificante que terá melhor performance que este acima. Os lubrificantes com API SF, geralmente tem viscosidade SAE 20W50. São classificados como Multiviscosos, ou Multigrau. Isto favorece a partida a frio, onde existe a maior parte do desgaste do motor.




Observe que as classificações estão evoluindo e assim protegendo mais o motor dos problemas apresentados.
Em 1988 surgiu a classificação SG e em 1993 surgiu a SH. Poucas utilizadas no Brasil.



Em 1995 com a evolução dos motores injetados, alcançando temperaturas bem mais altas que os veículos carburados surgiu a classificação API SJ, usada ainda por algumas montadoras em seus manuais



No ano de 2001 surgiu uma nova classificação exigida hoje pela maioria das montadoras em seus manuais. Os novos carros devem usar a classificação mínima API SL a fim de proteger o motor de altas temperaturas fazendo que o óleo não queime, evitando assim o surgimento da borra que provoca entupimentos nas galerias. Veja o quadro abaixo a comparação de um lubrificante API SJ e SL.




Com a evolução dos novos motores foi preciso também que o lubrificante evoluisse. Além da Norma API SL, ainda existe a viscosidade que devemos nos preocupar. Esta ainda é um pouco mais complexa. Para entender sobre viscosidade clique aqui.
Fique atento na hora da troca de óleo. Não esqueça de trocar os filtros de óleo e de ar. A manutenção correta ainda é o melhor remédio para manter seu veículo em boas condições de uso. Até a próxima.

Fonte dos gráficos: Lubrizol
API: Wikipedia

52 comentários:

Priscilla Bar disse...

Sávio,

A-D-O-R-Oooooo as suas explicaçoes.

Bjs

Ron Groo disse...

Eu já tinha dito isto aqui uma vez, vou repetir... Aula do Prof Sávio.
Imperdivel!

adolfo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
adolfo disse...

O problema é que para nós, simples usuários, as coisas são sempre apresentadas de forma qualitativa. Bem... O òleo API SL é melhor que o SJ. Mas será que o custo/beneficio compessa? Será que após 10 anos usando o SL, que é mais caro que o SJ, vamos ter economizado em manutenção o suficiente para cobrir os gastos extras com o óleo?

SAVIOMACHADO disse...

Adolfo. Vai depender do uso do veículo(serviço moderado ou serviço severo). Mas entendi o que você quis dizer. Realmente se for observar desse modo em que um veículos ficasse fazendo sempre o mesmo serviço com certeza poderia usar um lubrificante de qualidade inferior.

Anônimo disse...

Tenho um Clio RL 1.O 8 V sendo que o fabricante indica uma determinada marca de óleo,haveria algum problema se utiliza-se óleo de outra marca com a mesma especificação ? E caso utilize um óleo que contenha a especificação API SM sem incluir a especificação SAE?

SAVIOMACHADO disse...

Olá Anônimo. Obrigado pela visita no Blog SM. Vamos começar do começo para que você possa entender. A SAE é uma Sociedade de Engenheiros Americana. Entenda melhor copiando esse link e colando em uma página para que você possa ler:

http://saviomachado.blogspot.com/2008/01/as-normas-dos-lubrificantes-sae.html

Verifique o Manual do seu Clio. É provável que ele vai mandar você usar Elf Competition 10W40. Procure usar o produto que a montadora pede, pois só assim você pode cobrar a garantia do seu motor a ela (caso haja algum dano).

Uma informação importante: Nunca use um produto abaixo do API indicado pelo seu motor. Se o seu motor pede um API SL, não use SJ. Se pedir SJ, não use SF. As letrinhas aumenta a performance de acordo com o alfabeto. S de Serviço e A, B, C, D, E, F, G H, J, L, M, N... indica a performance do lubrificante. Quanto mais longe da letra A, melhor a performance do lubrificante no motor.
Qualquer dúvida estou a disposição.
Um abraço.
SAVIOMACHADO

Cleiton disse...

Muito Obrigado Abraço

Anônimo disse...

Vaai Sabrina!
Aai Savio

gmsjr disse...

Ola bom dia!
Então só para esclarecer eu tenho um corsa 2008 que no manual recomenda o tipo de oleo API-SJ, não tem problemas se eu colocar o API-SL?
Obrigado.

SAVIOMACHADO disse...

Olá gmsjr! Não tem problema. Pode colocar.

Anônimo disse...

Olá Sávio...
Por gentileza, preciso de seus esclarecimentos. Para um corsa com 70.000KM qual seria o óleo mais recomendado?sae5w30,sae15w40,sae15w50 ou sae 20w40. no manual são apresentadas essas opções...
Obrigado..
Marcondes

Sávio Machado disse...

Olá Marcondes. Obrigado pela visita ao Blog SM. Antes de mais nada, para aplicar o óleo correto, você precisa me dizer que ano é o Corsa. Pois os motores variam de ano para ano. E cada motor tem uma "medida" de óleo lubrificante (viscosidade). Quero lembrar que a quilometragem não importa muito nesses casos. O que importa mesmo é o motor. Colocar uma viscosidade 15W40 em um motor que precisa de uma viscosidade 5W30 poderia ocasionar uma série de problemas, inclusive o consumo maior de combustível. A melhor solução para isso é recorrer ao Manual do Proprietário. Até mais!

Silvio disse...

Parabéns pela matéria. Muito explicativa.

Silvio disse...

Parabéns pela matéria. Muito bem explicado.

Dagnilton Almeida disse...

Olá,antes de tudo parabéns pelas explicações.
porém,gostaria da sua opinião sobre qual óleo usar no meu palio ELX 1.0 8v fire 2007/2008 com 60.000km rodados,já q o manual diz pra usar o sintético SAE(5w30)ou de base sintética (15w40)API SL e fiat 9.55535.Estou confuso quanto qual óleo usar.

SAVIOMACHADO disse...

Olá Dagnilton. Obrigado pela visita no Blog SM. Diga-me, qual óleo você está usando?

Dagnilton Almeida disse...

estou usando o selenia k 5w30,se por acaso eu usar um óleo de uma outra marca com as mesmas especificações fará alguma diferença?

SAVIOMACHADO disse...

Isso depende Dagnilton. Cada companhia de petróleo escolhe seus pacotes de aditivos. As vezes uma marca de óleo com as mesmas especificações, pode dar diferença na performance do motor.

Anônimo disse...

Sávio tenho uma Titan 150 2008. A Honda recomenda usar nela óleo Mobil Super Moto 4T 20W50 com especificações JASO MA e API SG (1988 como está no seu post certo). Porém o Yamalube 20W50 da Yamaha tem a mesma especificação JASO MA, porém o API é SL (2001 certo). Porém a Honda recomenda mesmo assim o Mobil. Seria por causa de um acordo comercial entre Honda e Mobil caro Savio?

SAVIOMACHADO disse...

Olá Anônimo. Obrigado pela visita no Blog SM. Sim, você está corretíssimo. É devido ao acordo comercial. Cada montadora fecha com seus fornecedores os produtos que vão usar em suas motos.
Um abraço.

Anônimo disse...

Savio obrigado por eslarecer minha dúvida, isso significa então que a Honda está mais preocupada com seu acordo do que com o bom funcionamento de nossas motos? Savio me pintou mais uma dúvida: quanto à viscosidade, devo usar a recomendação 20W50 ou você me indicaria uma especificação 15W40 ou 50 por exemplo na minha 150, já que moro na região serrana de SC e faz muito frio aqui no inverno? Mais uma vez obrigado.

SAVIOMACHADO disse...

Anônimo: Use sempre o recomendado pela montadora. Caso haja algum problema com sua moto você não perde a garantia do seu motor.
Abraço.

Samuel disse...

Olá Savio gostaria de entender um pouco mais sobre quais as especificações API e outras existentes de óleos para caminhões! E qual a ordem de desempenho delas. Desde já agradeço.

Anônimo disse...

Savio gostaria de saber quais são as especificações API e outras, de óleos para caminhões. E qual a sua ordem de eficiência, obrigado.

SAVIOMACHADO disse...

olá Anônimo... Obrigado pela visita ao Blog SM. Infelizmente eu não postei nada sobre caminhões até hoje... Reconheço que talvez isso seja uma falha minha, pois a idéia não era dar suporte a linha pesada... Até porque quem entra mais aqui são os motoristas de veículos leves e pilotos de motocicletas... Mas quem sabe um dia eu possa fazer um post para os meus leitores sobre a eficiência dos lubrificantes para a linha pesada. Por enquanto vou ficar devendo essa para você. Obrigado pela compreensão e um forte abraço!!

SAVIOMACHADO

Anônimo disse...

Uso no meu carro, o API mais recente do Mundo, API SN

Anônimo disse...

Eu tenho um Kia soul e no manual diz para usar um oleo API-classe SL ou SM Ilsac GF-3 ou superior, pesquizei e comprei o lubrax valora SL-5w30, quando fui comprar oleo para fazer outra troca pedi pelo oleo valora e vim para casa, quando cheguei em casa percebi que o oleo que o vendedor me deu era o valora SN-5w30 qual a diferença destes oleos posso usar este.a especificação dele e API-SN-RC Ilsac GF-5

WE disse...

Dexos 1 ou API SN de qualidade equivalente. ILSAC GF5 ou superior e viscosidade de grau SAE 5W30

Sávio Machado, tenho um Cobalt 1.8 2013 e queria saber se posso colocar API SL ou tenho que colocar esse que pede no manual??? e se tem que ser 5W30 ou tem algum outro substituto ???

Rafael Ferreira

Anônimo disse...

SAVIO, tenho um gol bola 97. Qual o melhor tipo de óleo usar, uso o carro em pequenos trechos todos os dias. Sintético, Semi Sintético ou Mineral Multiviscoso? Valeu

<>

Edson Brunhara-Valinhos/SP disse...

Sávio, meu Palio 1.0 98/99 sempre usou SJ 20W50, recomendado no manual da Fiat. Neste manual, a troca do óleo e filtro de óleo é obrigatória a cada 20.000Km ou na metade disso se usado em condições severas. Ele já rodou 114.000 Km, sendo os últimos 40.000 Km com GNV. Pergunto: usar um 20W50 SL fará diferença? Pensei em mudar para um semi-sitético 15W40, mas todos os mecânicos que consultei recomendaram-me não usar semi-sintético devido provável presença de borra e verniz no motor. Sugestão...

Leandro disse...

Caro amigo, poderia me tirar uma dúvida. O óleo recomendado pelo fabricante do meu carro é o api sn, mas na ultima troca, como ainda não tinha lido o seu blog, coloquei o api sl, pelo preço estar mais em conta. Isso traz algum problema? E na próxima troca, uso esse ou volto para o api sn?

SAVIOMACHADO disse...

Olá Leandro. Sem problemas. Se você fizer o que recomenda a montadora. Obrigado pela visita ao Blog SM. Forte abraço.

Sávio Machado

lopes disse...

boa tarde, sempre usei 5w30 no palio 1.0 10/11 ao ler o manual posso colocar o 15w40 SL sendo que me deram o 15w40 SM posso usar sem problema? pois a fiat disse que devo usar o 5w30 só que o manual diz qua posso usar um ou outro
qual e o melhor 15w40 sl ou 15w40 sm?

SAVIOMACHADO disse...

Se não tiver problema em usar o 5W30, continue usando. O melhor aditivo é o mais próximo da letra Z. Nesse caso, é o SM.
Um abraço e obrigado pela visita no Blog SM.

Anônimo disse...

Savio, o óleo Selenia K Pure Energy 5W30 recomendado pela FIAT é o mesmo Selenia Perform 5W30 recomendado pela Ford? O Pure energy custa R$ 34,00 enquanto o Perform R$ 24,00 . Será que o Pure energy é melhor que o Perform por ser mais caro e porque teria mais aditivos? Obrigado desde já pela resposta.

Anônimo disse...

Bom dia savio posso misturar os
oleos da selenia semi sintetico
sl com sm/cf aguardo obrigado.

SAVIOMACHADO disse...

Olá Anônimo. Obrigado pela visita no Blog SM. Respondendo sua pergunta. Poder pode. Mas não aconselho porque você irá criar um terceiro lubrificante, misturando essas duas combinações.

Anônimo disse...

Olá Sávio, tenho um Gol bola 97 e tô usando nele o óleo mineral Lubrax 15W40 API SL. Me parece um bom óleo mas não sei qual o recomendado pela montadora, e meu motor já está bem "cansadinho", tá com 278.000 km.
Será que eu devia usar um óleo mais gosso caro Sávio? E qual o oleo recomendado para este carro, sabe me dizer.?
Um abraço.

Anônimo disse...

Ola savio tenho um palio 2011 que oleo devo usar

Anônimo disse...

Obrigado pelas informações! Ao pessoal que se encontra indeciso para a escolha do óleo, procure o manual de seu veículo para maiores esclarecimentos.

Rodolfo Duarte disse...

Muito legal este blog. Como ficaria o gráfico de comparação de API SL vs SM e SM vs SN?
Abraços,

Jacques Vicentini disse...

Olá, tenho um fiat Ducato 2.3 multjet, fui ao posto trocar óleo e me colocaram óleo 5w30 ilsac gf-5 sintetico, mas da ultima vez que troquei foi colocado 5w30 acea c2 sintetico, existe algum problema em colocar ilsac gf-5 no lugar de acea c2 ? Desde já obrigado !

SAVIOMACHADO disse...

Obrigado pela visita no Blog SM Vicentini.
Ilsac GF-5 tem aprovação para diesel rápido. E se eu não me engano é o produto indicado para usar na sua Ducato.
Um abraço!!

Sávio Machado

Jorge Teixeira disse...

Boa tarde! Tenho um palio 1.0 99 e gostaria de saber se o Lubrax SJ mineral e bom para este carro?

Anônimo disse...

Bom dia sávio? Tenho um corsa hartch 2003 1.0 vhc com 95000 mil km no manual pede 5w30-15w40-15w50-20w40-20w50 qual desses e o correto, atualmente estou usando o 15w40 SM Selenia

Unknown disse...

Eu tenho uma parati ap 1.8 vw qual oleo eu uso nesse motor

Geisom Bonfim disse...

Bom dia em eu queria saber uma coisa comprei esse carro ap 1.8 parati 2001 ingecao qual oleo eu usar nesse motor???

SAVIOMACHADO disse...

Olá Geisom. Obrigado pela visita no Blog SM.
Se eu não me engano seu Volkswagen 2001 exige viscosidade 10W40 sem sintético. Procure usar o produto que o Manual do Proprietário indica.
Grande abraço.

Unknown disse...

Posso misturar selenia 5w30 sintetico api sl com selenia 5w30 sintetico api sn, ou seja, misturar api sl com api sn. Fiquei com meio litro da ultima troca e queria usar se fosse recomendado

SAVIOMACHADO disse...

Olá Anônimo. Obrigado pela visita no Blog SM.
Respondendo sua pergunta sobre a mistura: Poder, pode. Você só vai ter um terceiro produto.
Os lubrificantes são miscíveis. A pior mistura são sintéticos com minerais. Esse tipo de mistura é mais perigosa porque pode gerar incompatibilidades.
Um abraço.

Joaspaiao@gmail.com disse...

Boa tarde.. lendo a respeito de óleos veio uma dúvida.. tenho a pouco tempo uma moto fan 125 e desde que a tenho coloco óleo 20w50 API SL porém hj decidi baixar o manual e vejo que a indicação dá montadora é 10w30.. existiria algum problema retornar para o 10w30 já que a 1 ano uso 20w50 ???