11 de mai de 2011

ANP FISCALIZA LUBRIFICANTES

De uns tempos para cá a Agência Nacional do Petróleo (ANP) vem fechando o cerco contra as companhias fabricantes de lubrificantes. Isso vale para todas as Companhias, inclusive as internacionais que comercializam suas marcas no Brasil. 

Chegou em minhas mãos o Boletim Mensal do Monitoramento dos Lubrificantes que em parceria com várias universidades do Brasil vem fazendo análises dos óleos lubrificantes comercializados no País. Os itens avaliados são: Registro, Rótulo e Qualidade. 

Com relação ao registro, verifica‐se a existência de cadastro junto à ANP tanto da empresa como do
produto.
No rótulo é verificado se existem as informações requeridas na legislação pertinente, bem como se estão colocadas de forma clara, não induzindo o consumidor a um falso entendimento, com respeito à origem e às características do produto.
No que tange ao último quesito,  é avaliado a qualidade da amostra em consonância com os dados
declarados e aprovados na ocasião do registro do produto na ANP. 

Confesso que me surpreendi com algumas marcas não aprovadas pela ANP. Algumas delas muito conhecidas. 

Se você gostaria de saber se o lubrificante que você coloca no motor do seu carro ou de sua moto está na lista dos NÃO APROVADOS da Agência Nacional do Petróleo clique aqui e veja. 
Se estiver, comece a pensar em mudar de marca. 


Site da ANP: www.anp.gov.br