30 de jan de 2008

AS NORMAS DOS LUBRIFICANTES: SAE

Vamos entender um pouco sobre normas de lubrificantes.
A SAE é uma das principais normas que existem. Ela mede a viscosidade do lubrificante.

Norma SAE (Associação de Engenheiros Automóveis)

A norma SAE J 300 define o chamado grau de viscosidade para cada lubrificante. Ex: SAE 40 (grau de viscosidade medido a quente). Quanto mais elevado for o número, mais viscoso será o lubrificante.

No caso de condução desportiva, condução em cidade ou em ambientes quentes, o motor é submetido a elevadas temperaturas. É então importante a utilização de um lubrificante que mantenha a sua viscosidade quando submetido a elevações de temperatura de modo a garantir a proteção do motor.

Quando o motor está frio, o lubrificante terá a tendência para se apresentar mais viscoso. É então importante que se mantenha fluido mesmo a baixas temperaturas de forma a circular no motor protegendo todos os seus componentes quando efetuar uma partida a frio. A viscosidade medida a frio é igualmente contemplada na norma SAE e denominada como "winter viscosity grade".

Exemplo: SAE 10W:
O número que assinala a viscosidade medida a frio é sempre seguido da letra W que significa Winter (inverno). Quanto menor for o número, mais fluido é o lubrificante.

Lubrificantes monograus são geralmente utilizados quando as temperatures a que estão sujeitos não variam grandemente (ou para aplicações concretas).

Os lubrificantes multigraus apresentam um grau de viscosidade a quente e a frio simultaneamente.

Exemplo - SAE 10W40:


10W = grau de viscosidade medido a frio;
40 = grau de viscosidade medido a quente.

5 comentários:

André Arrais disse...

Sávio,

Ótimo post.
Sempre tive minhas dúvidas quanto às nomenclaturas referentes às viscosidades dos lubrificantes.

E até hoje me pergunto: o melhor óleo então seria o 0w40?

SAVIOMACHADO disse...

Olá André!! Que bom vê-lo por aqui. Respondendo a sua pergunta: Para os motores a viscosidade 0W40 é ótima mesmo. Mas isso vai depender do motor que voce vai aplicar essa medida, pois os motores atuais são como bitolas. Tem medidas para os lubrificantes. Ou seja, para cada motor vai um óleo específico, uma viscosidade específica. Dê uma olhada no item a direita que fala sobre "A Viscosidade dos Lubrificantes" Um grande abraço! Fiquei muito feliz de ver seu comentário!
SAVIOMACHADO

André Arrais disse...

Savio,

Estarei sempre por aqui. Excelente post. Com certeza me ajudará nas futuras trocas de óleo.

Um abraço.

Anônimo disse...

Olá,

Notei que no post:
"AS NORMAS DOS LUBRIFICANTES: SAE"
vc faz o seguinte comentário:
"Quanto menor for o número, mais fluido é o lubrificante."
,ou seja, menos viscoso.
Ex.: 10w40 (menor viscosidade à frio, e maior à quente).

Já no post:"16 PERGUNTAS MAIS FERQUENTES SOBRE LUBRIFICANTES"

vc responde a pergunta:

10 - Por que motor deve estar
quente na hora de troca de óleo?
Facilita a saída das impurezas pelo dreno do Carter, pelo fato de estar menos viscoso (mais fino) e as partículas estarem dispersas em suspensão.

Afinal o óleo mais viscoso ou menos viscoso à quente?

muito obrigado por tirar várias dúvidas de todos.....

SAVIOMACHADO disse...

Olá Anônimo. Respondendo sua pergunta:
Todo o óleo ao ser aquecido diminui a viscosidade. E ao ser resfriado aumenta a sua viscosidade.