25 de mai de 2010

LUBRIFICANTES API SM


Atitude no mínimo louvável da companhia Exxon Mobil no brasil ao alinhar todos os lubrificantes para motores a gasolina para a classificação API (America Petroleo Institute) SM.

Fato esse fez com que aquela quantidade de letrinhas que ficam no rótulo dos lubrificantes deixasse de ser mais uma dificil tarefa para o cliente escolher na hora da troca de óleo o melhor lubrificante para o seu veículo.


A quatro anos a Agência Nacional do Petróleo, ANP, proibiu as produtoras de lubrificantes fabricarem óleos com classificação API SE. Norma essa para motores fabricados na década de 70.

Sobram ainda muitas classificações API: SF, ainda muito usado no mercado. Essa classificação serve para os veículos carburados, para motores até 1998 (veja o quadro da tabela API aqui). A maioria dos lubrificantes com essa norma tem viscosidade 20W50 e muitos usuários optam por essa classificação em virtude do preço, sem saber que o motor sofre com o pouco pacote de aditivo.

2 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

cara eu achei que o sM era por Sávio Machado!! kkkkk

boa, vou te procurar no twitter na vez que precisar uma dica sobre lubrificantes

Anônimo disse...

Savio a especificação API SF serve para mtores carburados até 1998 certo? Porém no manual da Honda CG 150 Titan 2008, veja bem 2008! O óleo recomendado é o Mobil Super Moto 4T API SF! Absurdo não? Ainda mais para motor de motos que rodam em altas temperaturas e tém o sistema de embreagem lubrificado pelo mesmo óleo do motor!